Disciplina - Educação Física

Busca Educação

Diversidade Linguística

Imagem de bocas de pessoas diferentes representando a variedade línguistica dos paísesDe acordo com dados divulgados pela UNESCO, existem cerca de 6.000 línguas no mundo. Estima-se que metade delas podem desaparecer em pouco tempo. Constatá-se ainda que 96 % são faladas por apenas 4 % da população mundial. Esse fato demonstra que, sua distribuição pelos diferentes continentes é muito irregular.

É interessante ressaltar que metade das línguas ocorrem em apenas oito países: Papua Nova Guiné e Indonésia têm 832 e 731,respectivamente; Nigéria, 515; Índia, umas 400; México, Camarões e Austrália,apenas umas 300 cada um. (Estes números vêm do Ethnologue, um banco de dados publicado pelo Summer Institute of Linguistics, em Austin, Texas. Os totais podem incluir línguas que recentemente se extinguiram).

Segundo um levantamento realizado pelo Instituto de Investigação e Desenvolvimento em Política Linguística (Ipol) e a UNESCO, no Brasil, são falados cerca de 200 idiomas e desse total,180 são praticados pelos índios.

Em se tratando do Continente Africano, acredita-se que 54 línguas estejam mortas e outras 116 estejam perto da extinção e ainda assim, falam-se cerca de 1.500,00 línguas distribuídas por quatro famílias linguísticas:
Afro-asiática, a nígero-congolesa, a nilo-sariana e a khoisan.

Cada uma dessas famílias linguísticas se localizam em determinadas regiões que por sua vez, dividem-se em grupos os quais incluem as línguas faladas em todo o continente africano.


Família Afro-asiática: cobrem toda a África do Norte 200 a 300 milhões de falantes, Somália, Etiópia, Eritreia, e à volta do lago Chade na África Central.Tem 5 a 6 grupos. Chádico, Berber, Semita, Cushítico, Egípcio, Omótico.

Família Nilo-sahariana: de modo geral, a língua falada há centenas de anos no Sahara entre Chade e o Nilo. Atualmente reúne as línguas faladas no Sara Oriental, Vale do Nilo Norte, áreas ao lado do Lado Vitória,Centro-Este de África, R.D. Congo. Tem 18 a 30 milhões de falantes; 5 grupos, Nilótico (Luo, Kénia,Masai (Quénia e Tanzânia), Núbio (vale do Nilo, Sudão, Egipto), Sahariano, Songai ou Sonrai.


Família koisan: 2 subgrupos, 12 línguas, 200 a 300 mil falantes (koisan sul-africano, koisan este-africano);abrange línguas como o namara e o kwadi.

Ícone voltar ao topo
Voltar ao topo



Família Nígero-congolesa ou Níger-Congo/Níger-Kordofaniano:

Esta família possui dois ramos bastante desiguais em números de falantes em extenções geogricas. Tem 7 ramos, deriva de uma protolíngua que terá existido há 5000 anos; África subsahariana (550 a 600 milhões de habitantes), 2/3 das línguas africanas são desta família com aproximadamente 1500 falares, dentre esses possivelmente alguns casos são dialetos.


Família khoisan.

A maior parte das línguas Khoisan é falada na África do Sul. l 2 subgrupos, 12 línguas, 200 a 300 mil falantes (koisan sul-africano, koisan este-africano); têm cliques que são sons da fala encontrado como consoantes em muitas línguas do sul da África, e em três línguas da África Oriental.

Ícone voltar ao topo

Voltar ao topo


Fontes de Pesquisa:


*Estes links relacionam um conteúdo externo. Você será direcionado a abertura de uma nova página.

Artigo: Linguística Africana
Ana Maria Brito (Universidade do Porto)
Mestrado de Estudos Africanos 2006-2007
Wikipedia
Imagem retirada de: Área de Projecto ITIC
Estes conteúdos foram acessados 12//05/2010.
Todas as modificações posteriores são de responsabilidade do autor da matéria.

Recomendar esta página via e-mail: